Estratégia satânica

O noticiário internacional de uma emissora de televisão informa que uma casa ruiu, tragada por um buraco que se abriu no solo. Em vários países vemos notícias alarmantes sobre os mais diversos fenômenos da natureza, alguns considerados naturais, outros provocados pelo ser humano. Não sei dizer até que pontos alguns fenômenos considerados naturais, na realidade são consequências de nossos atos na exploração desenfreada da natureza.

Algumas pessoas dizem que os fenômenos hoje observados são castigos divinos, provocados pelo comportamento moral do ser humano, o que considero uma péssima desculpa, cujo objetivo é amenizar nosso sentimento de culpa por ficarmos inertes diante da destruição do planeta. Existe fenômeno natural que provoca destruição, entretanto, na maioria destes desastres vejo apenas as consequências diretas do comportamento humano. Há quanto tempo extraímos petróleo? Somente no Brasil, cuja extração é reduzida quando comparada com outros países, são cerca de dois milhões e trezentos mil barris por dia, neste mês de julho de 2017.  O que é extraído diariamente no mundo? Quantos barris são extraídos por ano? Quantos barris já foram extraídos desde a descoberta do petróleo até hoje?

O noticiário nacional informa diariamente acerca da degradação moral dos políticos brasileiros. Os problemas de educação, saúde, transporte e desemprego, crescem na proporção direta do aumento da corrupção. Trilhões de reais foram roubados nos últimos anos. Estes trilhões ofereceriam um ótimo padrão de vida ao povo brasileiro, porém, foram desviados para contas de corruptos no exterior. Os órgãos governamentais são capazes de identificar os menores desvios cometidos pelo contribuinte que paga imposto, todavia, é incapaz de identificar os sinais de enriquecimento ilícito de quem assalta o povo.

Sabedores de que a educação é uma proporção inversa da corrupção, isto é, caso aumentem os investimentos em educação, a corrupção sofrerá uma redução, os corruptos adotam uma estratégia satânica: degradam o ensino do primeiro grau e do segundo grau. Além disso, os corruptos exploram o sonho do povo brasileiro de ter um curso superior, multiplicaram o ensino de terceiro grau, onde organizações sem compromisso com a qualidade da educação oferecem ensino de péssima qualidade, apenas com o objetivo de ganhar dinheiro, e oferecer a pessoas corruptas a oportunidade de comprar um diploma, cujo objetivo é ocupar um alto cargo público, muitas vezes conseguido através de atos ilícitos, ocupando lugar de pessoas que passaram honestamente em concursos públicos.

Cabe aqui uma pergunta: é possível construir um edifício seguro sem construir um alicerce sólido que suporte o peso da construção? De que modo construiremos uma nação desenvolvida sem educação de qualidade no primeiro grau e no segundo grau? Até quando o povo será enganado?

 

Marcos Antônio da Cunha Fernandes

www.marcosfernandes.org

João Pessoa, julho de 2017.

Posts Relacionados

Votar para incluir esta publicação no Livro de Crônicas